BLOG DA CONGREGAÇÃO CRISTÃ CAMINHO DO EVANGELHO

NOSSOS POSTS RECENTES

Pesquisa personalizada

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Jejum, fome de Deus


O jejum é uma prática milenar, porém em desuso na igreja cristã contemporânea. O jejum está presente tanto no Antigo como no Novo Testamento. Os profetas, os apóstolos, Jesus e muitos homens de Deus ao longo da história experimentaram os benefícios espirituais por intermédio do jejum. Os santos de Deus em todos os tempos e em todos os lugares não somente creram no jejum, como também o praticaram. Hoje, porém, são poucos os crentes que jejuam com regularidade e ainda há muitas dúvidas acerca da sua necessidade e de seu funcionamento.

O que é jejum? É a abstenção de alimento por um período definido para um propósito definido. O jejum não é apenas abstinência de alimento. Não é um regime para emagrecer. Ele deve ter propósitos espirituais claros. Jejum é fome de Deus, é saudade do céu. A Bíblia diz que comemos e bebemos para a glória de Deus e também jejuamos para a glória de Deus (1Co 10.31). Se comemos para a glória de Deus e jejuamos para a glória de Deus, qual é a diferença entre comer e jejuar? Quando jejuamos nos alimentamos do pão da terra, símbolo do Pão do céu; mas quando jejuamos não nos alimentamos do símbolo, mas da essência, ou seja, nos alimentamos do próprio Pão do céu. Jejuar é amar a realidade acima do emblema. O alimento é bom, mas Deus é melhor (Mt 4.4; Jo 4.32). A comunhão com Deus deve ser a nossa mais urgente e apetitosa refeição. Nós glorificamos a Deus quando o preferimos acima dos seus dons.

O maior obstáculo para o jejum não são as coisas más, mas as coisas boas. Nem sempre nos afastamos de Deus por coisas pecaminosas em si mesmas. Os mais mortíferos apetites não são pelos venenos do mal, mas pelos simples prazeres da terra, os deleites da vida (Lc 8.14; Mc 4.19). "Os prazeres desta vida" e "os desejos por outras coisas" não são um mal em si mesmos. Não são vícios. São dons de Deus. No entanto, todas elas podem tornar-se substitutos mortíferos do próprio Deus em nossa vida. Jesus disse que antes de sua volta as pessoas estarão vivendo desatentas como a geração que pereceu no dilúvio. E o que elas estavam fazendo? Comendo e bebendo, casando-se e dando-se em casamento (Mt 24.37-39). Que mal há em comer e beber, casar e dar-se em casamento? Nenhum! Mas, quando nos deleitamos nas coisas boas e substituímos Deus pelas dádivas de Deus estamos em grande perigo. O jejum não é fome de coisas boas; o jejum é fome de Deus. O jejum não é fome de coisas que Deus dá; o jejum é fome do Deus doador. Nossa geração corre atrás das bênçãos de Deus em vez de buscar o Deus das bênçãos. Deus é melhor do que suas dádivas. O abençoador é melhor do que a bênção.

O propósito do jejum não é obter o favor de Deus ou mudar a sua vontade (Is 58.1-12). Tampouco impressionar os outros com uma espiritualidade farisaica (Mc 6.16-18). Nem é para proclamar a nossa própria espiritualidade diante dos homens. Jejum significa amor a Deus. Jejuar para ser admirado pelos homens é ter uma motivação errada. Jejum é fome do próprio Deus e não por aplausos humanos (Lc 18.12). É para nos humilharmos diante de Deus (Dn 10.1-12), para suplicarmos a sua ajuda (2Cr 20.3; Ed 4.16) e para voltarmo-nos para Deus com todo o nosso coração (Jl 2.12,13). É para reconhecermos a nossa total dependência divina (Ed 8.21-23). O jejum é um instrumento para fortalecer-nos com poder divino, em face dos ataques do inferno (Mc 9.28,29).
É tempo da igreja jejuar! É tempo da igreja voltar-se para Deus de todo o seu coração, com jejuns e com pranto. É tempo de buscar um reavivamento verdadeiro que traga fome de Deus em nossas entranhas, que traga anseio por um profundo despertamento da realidade de Deus em nossa igreja, em nossa cidade, em nossa nação!

Rev. Hernandes Dias Lopes

terça-feira, 16 de novembro de 2010

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

E SE NA IGREJA TIVESSE "ENEM" ?

Já imaginou se fosse realizada em nossas igrejas uma avaliação de como anda o conhecimento bíblico do povo cristão, através de uma prova tipo ENEM? Pois bem! Então, após as correções, obtivéssemos as seguintes respostas:



TEXTO MUITO BOM. VALE APENA LER ATÉ O FINAL:

1. Definição de Trindade
•"Trindade é o ensino de que Deus é uma pessoa que sai três dentro dele".
•"Ela ocorre quando Deus se manifesta como Pai, Filho e Espírito Santo".

2. O que ensina a doutrina das penas eternas?
•"Penas eternas é quando os salvos de lá do céu sentirem penas eternas daqueles que perderam a salvação".
•"Penas eternas só quem tem é a pomba que apareceu no batismo de Jesus".

3. Quem são os anjos e quais são as classes ou categorias de anjos?
•"Os anjo são seres com asas, que moram no céu, e se devidem em: anjo quero-bem, anjo serafim, anjo-da-guarda e anjo de luz".
•"Os anjos são criaturas maravilhosas, rápidos no agir e devagar no fugir."
•"Os anjo se dividem em duas categorias: Os bãos e os ruim. Os bãos são o Gabriel, o Miguel e o Peniel. Os mau são Satanaiz, os demônios, como o Trancarrua, Zé Pilantra, Exú Boiadeiro, e hetecétira.

4. Como o pecado entrou no mundo?
•"O pecado entrou no mundo através duma serpente, que fingiu ser gente".
•"Discordo plenamente do meu colega ao lado, que acabou de escrever que foi através da maçã. Não foi maçã, mas foi outra fruta, chamada árvore do bão e do mau."

5. Quem escreveu o Livro de Apocalipse e para quem?
•"O livro de Apocalipse foi escrito por João Batista, na ilha dos Plátanos, para todo aquele que tiver ouvido e ouva."
•"Foi João, para as igreja da Házia menor."
•"Não se recordo se foi Primeiro João, Segundo João ou Terceiro João. Foi um deles. E ele escreveu para umas igrejas que estavam dando poblema naquela época".

6. Defina Profecia.
•"Profecia é a capacidade que os profeta tem de mesmo estando no passado falar do futuro."
•"A profecia é uma declaração do profeta que deixa o povo esperando para ver se vai acontencer ou não."

7. O que você entende por calvinismo?
•"Calvinismo é um problema que dá no coro cabeludo, deficiência esta que acaba resultando em careca".
•"Calvinismo é quando Deus seleciona os que vão para o céu, e é o oposto do arminismo, que Deus seleciona os que vão para o inferno."

8. Por que Moisés não entrou na Terra Prometida?
•"Porque ele bateu a vara dele com toda a força na rocha, saiu água demais e ele morreu afogado".

9. Qual o nome dos doze apóstolos?
•"Se não me falha a memória, foram Mateus, Marcos, Lucas, João, Atos, Pedro, Paulo, e Judas Iscarioca".
•"Só me lembro de seis: Dois Tiagos, Bartolomeu, Pedro, Céfas e Simeão. Mas apóstolo e ganho que ninguém vai lembrar os doze".

10. Qual o nome que se dá aos evangelhos não reconhecidos pela Igreja como Inspirados?
•"Evangelhos hipócritas".
•"São chamados de Livro de Mórmon" e "evangelho segundo o Ispiritismo".

11. Quais são os ofícios de Cristo?
•"Carpinteiro, e diga-se de passagem, um ótimo carpinteiro, melhor que o pai dele. E talvez soubesse fabricar vinho."

12. Quais as formas de governo utilizadas pelas igrejas cristãs?
•"Ditadura nas A D, Patriarcal no G-12, papai e mamãe na Renascer, franquia na presbiteriana, imperial na episcopal, papal no catolicismo e anárquico nas batistas."

13. Quais são os atributos de Deus?
•"Os que não pertencem a César."
•"Os comunicavéis, como a fala, por exemplo, e os incomunicáveis, ou seja, que não podem ser comunicados".

14. O que você entende por Escatologia?
•"Puxa vida! Eu tinha posto esta matéria como uma das últimas coisas a ser estudada, mas não tive tempo."

15. Defina expiação.
•"Uma coisa muito feia que os curiosos fazem".
•"Expiação é o que os expiões, como Josué e Calebre, fizeram, ao expionarem a terra de Caanã."
•"Expiação foi o que Jesus fez na cruz: Expiou e entregou o espírito".

16. Qual o significado da palavra Gênesis?
•"Para começo de conversa, Gênesis foi o escritor do Livro que leva o seu próprio nome. Mas o significado, em si, significa origem."

17. Onde Jesus foi batizado?
•"Na água".

18. Que ato divino libertou os Israelitas dos 430 anos de escravidão no Egito?
•"O Rei Faraó do Egito que governava a nação egípcia, saiu correndo atrás de Moisés. Moisés atravessou o Mar Vermelho em terra seca, mas quando Faraó pisou na areia, veio água prá tudo lado que nem o cavalo dele conseguiu sobreviver."

19. Como se deu a conversão de Saulo?
•"O apóstolo Saulo estava indo para uma cidade, cujo nome não me lembro sei que é nome de fruta, quando derrepente uma lus brilhou no rosto dele. A voz disse: Saulo Saulo Saulo, de onde vens? E Saulo, já convertido respondeu: De percorrer a terra e de andar nela."

20. Escreva o que você sabe sobre Timóteo?
•"Era filho de Volóide, cujo filho era Timóteo."
•"Discípulo de Jesus que morou lá pelos lados da Grécia naqueles dias".

21. Que seitas judaicas havia nos dias de Jesus?
•"Farizeus, sadomasoqueus, filesteus e os jamorreus".

22. Narre, em poucas palavras, o primeiro milagre de Jesus.
•"Depois que acabou todo o vinho, que não tinha uma gota, ele multiplicou o vinho."

23. Quais foram as atitutes de Pedro que o qualificavam como homem de personalidade impetuosa?
•"Quando ele viu Jesus chorando, gritou: "Lázaro, anda e levanta!"
•"Ele cortou as duas orelhas que o soldado romano tinha".
•"Pedro, na desfiguração de Jesus, quis subir no monte das oliveira para armar uma tenda para Jesus, Elias e Moisés".
•"Ele disse a Jesus: Antes que o galo cante, eu não te negarei três vezes".

24. Como o Espírito Santo de Deus foi derramado no Pentecostes?
•"De cima para baixo".
•"Uns fogo apareceu nas cabeça dos dicipro, que começarum a falar em linguas, assim: Odecantalabaxurianéviamalafalhaasúbia."

O objetivo dessa matéria não foi brincar com a Palavra de Deus, mas criticar a falta de conhecimento daqueles que vivem rodopiando nas igrejas, acreditando nos embalos de sábado de manhã, que perdem o seu tempo com cultos a homens, em vez de usá-lo para crescer na fé.

CLIPES PARA O SEU CORAÇÃO:

Clipe não profissional, mas que acompanhado da música ficou muito tocante, assista:

CLIPES PARA O SEU CORAÇÃO:

Clipe lindo da Nívea Soares, assista:

sábado, 6 de novembro de 2010

Quem e mais rico do mundo?



O apóstolo Paulo escreve sua Carta aos Efésios de sua primeira prisão em Roma. Ele já era um homem velho e trazia no corpo as marcas de Cristo. Já havia sido preso em Filipos, Jerusalém e Cesaréia. Como bandeirante do Cristianismo, já havia sido apedrejado, açoitado, fustigado com varas e enfrentado naufrágios e perigos de toda sorte. Agora, o apóstolo estava algemado e preso em Roma, a capital do Império. Ao escrever sua Epístola aos Efésios, longe de reclamar de suas cadeias, ou rogar qualquer alívio do sofrimento, relembra à igreja, quão rico é o povo de Deus. Paulo diz que aqueles que crêem em Cristo são santos e fiéis e detentores tanto da graça como da paz. Para nossa geração embriagada pelas bênçãos e tão apática em relação ao abençoador, Paulo diz que já somos abençoados com toda sorte de bênção em Cristo Jesus. Somos o povo mais rico do mundo. É claro que Paulo não está falando da teologia da prosperidade, reduzindo as riquezas espirituais apenas ao nível material. A Bíblia diz que há ricos pobres e pobres ricos. A verdadeira riqueza não é terrena, é celestial; não é material, é espiritual.

Somos o povo mais rico do mundo, porque somos abençoados com toda sorte de bênção espiritual pelo Deus Pai (Ef 1.4-6), pelo Deus Filho (Ef 1.7-12), e pelo Deus Espírito Santo (Ef 1.13,14). Nossa salvação é uma obra realizada pelo próprio Deus triúno e para a glória do Deus triúno (Ef 1.6,12,14). Quais são essas bênçãos que temos e, que nos torna o povo mais rico do mundo?

1. Nós fomos escolhidos por Deus (Ef 1.4). Não fomos nós que escolhemos a Deus, foi Deus quem nos escolheu. Não fomos nós que amamos a Deus, foi ele quem nos amou primeiro. Deus nos escolheu não porque cremos em Jesus, mas cremos em Jesus porque ele nos escolheu. Deus não nos elegeu porque éramos santos, mas nos elegeu para a santidade. Ele nos escolheu não porque tínhamos boas obras, mas fomos criados em Cristo Jesus para as boas obras. Deus nos escolheu, em Cristo, desde a eternidade, para a salvação não por causa dos nossos méritos, mas apesar dos nossos deméritos.

2. Nós fomos adotados na família de Deus (1.5). Deus não apenas nos livrou da condenação eterna, que os nossos pecados merecem, mas também nos adotou em sua família. Somos filhos de Deus, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo. Temos livre acesso à sua presença por meio de Jesus. O Espírito Santo, agora, habita em nós e nos transforma de glória em glória, na imagem de Cristo, nosso irmão primogênito. Aqui cruzamos vales escuros, pisamos o chão crivado de espinhos pontiagudos, porém, em breve, estaremos na Casa do Pai, no Paraíso, na Cidade Celeste, com corpos glorificados, para reinarmos com Jesus, pelos séculos sem fim.

3. Nós fomos remidos pelo sangue de Cristo (1.7). Deus nos amou e nos resgatou da casa do valente, da potestade de Satanás, do reino das trevas, da masmorra do pecado, mesmo quando éramos fracos, ímpios, pecadores e inimigos. Éramos escravos da carne, do mundo e do diabo quando Deus quebrou as correntes que nos mantinham prisioneiros. Fomos libertos e resgatados. Pelo sangue de Jesus fomos comprados para Deus, para sermos propriedade exclusiva de Deus, e para vivermos para a glória de Deus. Esse resgate não foi mediante ouro ou prata, mas pelo precioso sangue de Jesus!

4. Nós fomos selados com o Santo Espírito da promessa (Ef 1.13,14). Deus Pai nos escolheu e nos adotou em sua família, Deus Filho nos remiu com o seu sangue e, Deus, o Espírito Santo, nos selou como propriedade exclusiva de Deus. Ninguém neste mundo nem no vindouro pode arrancar-nos dos braços de Deus. Estamos seguros e guardados. Temos o selo de Deus. O Espírito Santo, que habita em nós, é o penhor e a garantia de que aquele que começou boa obra em nós, há de completá-la até o dia de Cristo Jesus. Somos ricos, muito ricos; de fato, o povo mais rico do mundo!

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Da série: " DISPENSA COMENTÁRIOS "

E aqui está o "absurdo-Mor" tão comentado em outros posts:

Com uma ajudinha do Google Street view

Precisa disso?